“Poucos músicos na história do choro improvisaram com tanta

fluência, beleza, naturalidade e brasilidade quanto o nosso Luisinho.”  

Maurício Carrilho

“Um músico completo, que tem uma facilidade incrível de improvisação, consciência harmônica impressionante e está preparado para tocar qualquer tipo de música.” 

Yamandú Costa

Solista expressivo, compositor e acompanhador de grande artistas; Luis Barcelos é considerado um dos principais bandolinistas brasileiros em atividade. 

Gaúcho radicado no Rio de Janeiro desde 2005, estreou nos palcos cariocas à convite do violonista Marco Pereira. 

 

Lançou o primeiro disco, “Depois das Cinzas”, em 2015, com repertório totalmente dedicado ao Choro, gênero que está presente na sua trajetória desde a formação com o professor Luiz Machado e na Escola Portátil de Música. E é dessa tradição musical que o artista parte para se integrar à pluralidade de harmonias dos demais recantos e sentimentos brasileiros.

 

Entre as diversas parcerias musicais integra o “Bandolinata”, quarteto de Bandolins; e o duo de Bandolim de 10 cordas e voz, com a cantora Nina Wirtti, registrado no disco “Chão de Caminho”, lançado em 2017, pela gravadora Fina Flor.

 

Acompanha artistas como Roberta Sá, Pedro Miranda, Zélia Duncan, entre outros, em shows e gravações; além de turnês por todo o Brasil, EUA, Colômbia, Uruguai e Europa. 

Alem de tocar e compôr, Barcelos assinou a direção musical dos espetáculos “Amigo Cyro, muito te admiro” (2014) de Rodrigo Alzuguir, com direção de André Paes Leme; e “A Cuíca do Laurindo” (2016), de Rodrigo Alzuguir, com direção de Sidney Cruz, concorrendo com o último ao Prêmio Cesgranrio de Teatro na categoria Melhor Direção Musical.

 

Vencedor do Prêmio da Música Brasileira 2016 na categoria melhor grupo - como integrante do projeto “Tocata à amizade”, quarteto liderado por Yamandu Costa; e do IMA (Independent Music Awards) 2016, na categoria música latina, pelo disco “Só Alegria”, gravado em parceria com Rogério Caetano, Eduardo Neves e Celsinho Silva.

 

Em 2018 lançará o cd “Sentido”, segundo disco solo de sua carreira, que apresentará suas composições instrumentais em diversos gêneros, com a participação especial de Guinga.