Luis Barcelos realiza aulas e oficinas de Bandolim de 8 e 10 cordas, cavaquinho, prática de conjunto, prática de choro.

Trabalhou como professor no Festival do Vale do Café [2009]; Festival Internacional SESC de Música de Pelotas [2012]; Oficina de música de Curitiba [2012]; Curso Internacional de Verão de Brasília [2014]; Festival Choro Jazz de Jericoacoara [2014] e na Oficina Rio-França 2017.

Tanto nas aulas particulares como nas oficinas coletivas, além dos aspectos técnicos são abordados muitas características da música brasileira que são aprendidos com a experiência em ensaios, gravações e rotina de estudos individuais.

A experiência das oficinas é um recurso riquíssimo para que os estudantes vivenciem o respeito ao espaço e às limitações dos demais músicos, criando um ambiente de empatia e solidariedade no trabalho.

Principais temas abordados nas aulas e oficinas:

BANDOLIM - Postura, Técnica de palheta (mão direita), digitação (mão esquerda), escalas e arpejos, interpretação, improvisação, acompanhamento com leitura de cifras e harmonia criativa.

CAVAQUINHO - Postura, Técnica de palheta (mão direita), digitação (mão esquerda), leitura de cifras, "levadas" dos principais gêneros musicais brasileiros.

PRÁTICA DE CONJUNTO / PRÁTICA DE CHORO - Tem o objetivo de desenvolver principalmente a capacidade de os músicos se comunicarem enquanto tocam, como numa roda de choro ou jam session.

Seja pelos sons ou visualmente, os instrumentistas, enquanto executam uma obra, adquirem liberdade de [desde que o arranjo e o momento permitam] modificarem dinâmicas, intenções, forma, andamento, etc...

Além disso são explorados aspectos da harmonia, linguagens musicas, e funções de cada instrumento em um conjunto, resolvendo de forma clara questões-problema que se enfrenta em ensaios e trabalhos em grupo com frequência.